5 formas de melhorar o relacionamento entre os colaboradores

De acordo com a empresa de análise e consultoria Gallup, os funcionários que têm um melhor amigo no ambiente de trabalho têm sete vezes mais chances de se envolver com o trabalho, e o fato de se sentirem mais conectados com os colegas pode aumentar a produtividade em até 25%.

Promover um ambiente em que todos os funcionários se dão bem, sem conflitos ou brigas, não é fácil. Há uma série de razões pelas quais os funcionários nem sempre estão de acordo.
No entanto, existem algumas etapas simples que os gerentes podem adotar para gerenciar conflitos, incentivando relacionamentos positivos e amigáveis ​​no local de trabalho, bons para os funcionários e bons para os negócios.

1. Defina os papéis de todos

“Ela está sempre fora do escritório, nunca sei onde ela está.”

“Por que ele recebe todo o trabalho interessante enquanto nos resta lidar com a escória?”

“Eu sou a única pessoa que parece estar se esforçando por aqui.”

Muitos dos mal-entendidos que surgem no local de trabalho decorrem de não se saber como todos se encaixam no quadro geral. Em um mundo ideal, os membros da equipa devem se sentir como engrenagens de uma máquina trabalhando em direção a um objetivo comum, completamente sincronizado. Responsabilidades conflitantes ou falta de cobertura tornam a equipa desconectada, criando atrito e podem fazer com que todo o motor pare.

Portanto, o primeiro passo é garantir que todos entendam pelo quê são responsáveis, onde podem confiar em seus colegas e onde se espera flexibilidade. Ter um entendimento claro de quais são suas expectativas e como elas precisam trabalhar juntas, esclarecerá quaisquer equívocos e estimulará a colaboração e o suporte dentro de sua equipa. Um software de RH pode ser um forte aliado na produtividade coletiva da equipa.

2. Não jogue favoritos

É um fato bem conhecido que o campo de jogo nos locais de trabalho raramente é nivelado. Todo mundo tem seus favoritos e os gerentes não são diferentes. Provavelmente já testemunhou favoritismo em jogo em algum momento de vossa carreira: vê a mesma pessoa recebendo os melhores projetos, sendo a primeira a receber novas tecnologias ou treinamento ou promovida à frente de todos os outros.

Isso pode ser inconsciente e não intencional, mas de qualquer forma, pode ser igualmente prejudicial para o moral de um local de trabalho e pode infestar ressentimento e ciúme de outros funcionários em relação aos “escolhidos”. Isso não apenas afastará os funcionários do trabalho, mas também poderá criar uma divisão dentro da equipa que é difícil de reparar.

Como gerente, precisa desenvolver uma consciência do seu próprio viés inconsciente e certificar-se de tratar todos os funcionários de maneira justa. Para aumentar a produtividade geral da equipa, considere o desempenho e o potencial de todos de forma objetiva e recompense ou promova de acordo. Sempre que possível, peça informações de outras pessoas (colegas, clientes ou outros gerentes) e esteja preparado para dar um feedback aberto e honesto e defender suas decisões. Se possível, armazene o resultado das conversas sobre desempenho em um sistema de RH on-line, para que todos fiquem mais atualizados com o que foi acordado.

3. Promover a colaboração sobre a concorrência

A competição costuma ser uma coisa boa, pois nos obriga a fazer o melhor possível e superar nossas limitações percebidas.

No entanto, como demonstrou a crise no setor financeiro, a concorrência pode ter consequências negativas. Se as pessoas são constantemente confrontadas com seus colegas e julgadas por seu desempenho pessoal, isso as incentiva a priorizar os ganhos pessoais e pode até prejudicar o trabalho de outras pessoas, potencialmente prejudicando a empresa no processo.

A promoção de uma abordagem mais colaborativa não apenas unirá os funcionários sob a mesma missão da empresa, mas também permitirá melhorar seu desempenho por meio do aprendizado entre pares.

Isso pode significar mudar a cultura da empresa de uma que trata de objetivos individuais para outra que se concentra em recompensar ou reconhecer o esforço da equipa. Portais online, onde os membros da equipa podem compartilhar seu trabalho ou ideias e receber suporte e feedback, podem desenvolver uma experiência mais colaborativa. Fazer com que se sintam mais como uma equipa, ao invés de rivais pessoais, pode tornar o ambiente de trabalho um ambiente mais harmonioso, em vez de um campo de batalha.

4. Mediar nas relações azedas

Em um mundo ideal, todos se dariam bem e passariam a gostar de todos com quem trabalham. Infelizmente, não vivemos em um mundo ideal, então provavelmente já notou colegas de trabalho que se recusam a se dar bem.

Como gerente, é importante estar ciente da dinâmica do relacionamento no trabalho, para que possa cortar conflitos emergentes pela raiz antes que eles afetem o resto da equipa. Não se pode tomar partido ou ignorar completamente o problema, na esperança de que tudo acabe.

Um primeiro passo seria encontrar-se com ambas as partes para ver se pode ajudá-las a resolver os problemas subjacentes. Se as diferenças se resumem a diferentes personalidades ou estilos de trabalho, considere se pode evitar situações em que elas provavelmente discordam – por exemplo, colocando-as em projetos diferentes. No mínimo, precisa deixar claro que espera que eles ajam profissionalmente e não permita que conflitos pessoais afetem o moral geral de suas equipas ou o local de trabalho mais amplo.

Atuando como mediador e definindo diretrizes e assim que surgirem divergências, ajudará a evitar que as pessoas tomem partido e a criar relações de azar no trabalho.

5. Faça o trabalho divertido

O trabalho não deve ser divertido, pelo menos é o que nos disseram. Mas realmente não tem que ser assim. As atividades sociais oferecem aos colegas a oportunidade de se conhecerem em um ambiente mais informal. Isso não apenas melhora as relações de trabalho entre colegas, mas a estimulação de mudar as coisas em encontros casuais pode manter os funcionários envolvidos e incentivar a criatividade. Não precisa ser nada grandioso.

O almoço em equipa ocasional ou bebidas após o trabalho ou talvez até uma noite de jogos requerem apenas um pouco de esforço para organizar, mas podem realmente fazer uma enorme diferença na melhoria das relações no local de trabalho. Considere as diferentes idades, habilidades e interesses dos membros de sua equipa ao planejar eventos e lembre-se de que nem todos estarão dispostos a socializar com os colegas.

As pessoas que estão de bom humor e sentem que estão em ótima companhia tendem a ser mais produtivas e a ter um desempenho melhor no geral; portanto, promover relacionamentos agradáveis ​​no local de trabalho é extremamente benéfico para operações comerciais tranqüilas. Como incentiva relacionamentos positivos no vosso local de trabalho?

Inscreva-se na nossa Newsletter

Subscreva-se Agora