Motivos pelo quais os funcionários desejam retornar de imediato ao local de trabalho

Trabalhar em casa, de pijama, sem problemas de trânsito ou transporte público superlotado foram alguns dos benefícios desfrutados pelos funcionários que trabalharam em casa no último ano. Algumas empresas têm abordado o trabalho remoto preocupadas com potenciais quedas na produtividade, mas muitas logo se converteram para o smart-working quando perceberam que produziu mais pontos positivos do que negativos, e estão refletindo como manter uma certa porcentagem de trabalho remotamente, mesmo quando será possível para todos o retorno ao escritório.

No entanto, um ano depois, também entendemos que trabalhar completamente em casa não é para todos, especialmente nas circunstâncias atuais de distanciamento social. Não é à toa que algumas pessoas mal podem esperar para retornar ao local de trabalho. Portanto, à medida que as restrições são flexibilizadas, é provável que mais empresas iniciem a trazer os funcionários de volta ao escritório.

À medida que os profissionais de Recursos Humanos se preparam para o retorno de suas equipas ao escritório, é importante que estejam cientes dos motivos pelos quais as pessoas estariam ansiosas para voltar, a fim de propiciar um retorno ao escritório o mais simples possível.

Então, o que os funcionários aguardam com tanta ansiedade no retorno ao escritório?

1. Interações presenciais

Histórias virais de desastres em chamadas de vídeo e reuniões online enfatizam que a videoconferência não é uma alternativa perfeita para interações presenciais. Carecemos de todas as indicações relacionadas à linguagem corporal que nos ajudam a avaliar como responder e nos comunicar com os outros. O uso excessivo da tecnologia também tornou essas interações virtuais um trabalho árduo e tedioso para alguns, motivo de ansiedade para outros, dificultando a criação de conexões ou colaborando efetivamente em alguns projetos.
Voltar ao escritório significa retornar àqueles momentos de bate-papo, conversas improvisadas com colegas, que são extremamente difíceis de replicar naturalmente online. Mesmo algo tão simples como almoçar juntos pode ter um impacto positivo nas relações entre colegas.

2. Remova a ansiedade

Quantas vezes você checou sua imagem da webcam durante uma chamada de vídeo ou trabalhou um pouco mais para provar que não está desacelerando? Com as notícias de demissões e aumento do desemprego nos bombardeando todos os dias, menos interações com os outros, e conversas com gestores sobre desempenho posto em espera (ou até mesmo cancelado completamente!), não é surpresa que os funcionários possam sentir que seus empregos estão em risco.

Voltar ao trabalho no escritório ajudará a reduzir essas ansiedades, além de não termos mais que nos preocuparmos com a desordem da sala de casa da qual nos conectamos para uma chamada de vídeo, tornarmos a refletir a imagem que desejamos transmitir e não ter a preocupação que ouçam os filhos gritando do quarto ao lado. Sem dúvida é mais fácil relatar quaisquer problemas aos gerentes em uma conversa rápida na frente da máquina de café do que reservar uma chamada de vídeo ou enviar um e-mail.

3. Espaço de trabalho adequado

Para alguns trabalhadores inteligentes, a criação de seu “home office” não é ideal para facilitar a produtividade. Ao longo do ano, ouvimos histórias de pessoas usando a tábua de passar roupa ou mesa de cozinha como escrivaninha, funcionários constantemente interrompidos por crianças ou colegas de apartamento, ou lutando com conexões de internet não confiáveis além do desconforto aos familiares. Não só esses cenários são prejudiciais ao trabalho, mas o uso de configurações de mesa desconfortáveis pode causar impactos negativos no bem-estar físico, como dor nas costas e fadiga ocular.

De volta ao escritório, os funcionários deveriam ter todo o equipamento que precisam. Com isso a solução de problemas de TI fica um pouco mais simples. É também positivo para a empresa, pois pode garantir mais facilmente que os colaboradores trabalhem em um ambiente que atenda aos padrões de saúde e segurança.

4. Limites de trabalho/casa

A cultura do “sempre conectado” que muitos trabalhadores vivenciam neste mundo digital tem sido exacerbada pela atual situação de trabalhar em casa. Como tantas questões privadas quanto profissionais ocorreram no mesmo espaço, os limites foram ainda mais confusos. Os funcionários leem e respondem a e-mails fora do horário normal de trabalho, e têm dificuldade em desconectar-se do trabalho após o expediente e vice-versa.

Ir a um lugar físico diferente como o escritório de trabalho ajuda a criar distância, física e mentalmente, entre a vida privada e a vida profissional além de evitar muitas vezes os danos familiares.

5. Flexibilidade no local de trabalho

Mas mesmo que muitas pessoas sintam faltas de seus locais de trabalho, isso não significa que queiram apenas um ou outro. Agora que sabemos que o trabalho em casa é possível para muitos funcionários e conseguimos fazê-lo sem grandes quedas na motivação e produtividade, há maiores expectativas de que possamos ter a flexibilidade de trabalhar em casa pelo menos parte do nosso tempo de trabalho.

A esperança é justamente esta: que todos, funcionários, gestores, diretores… tenham compreendido que existem formas mais eficientes de montar o trabalho, que permite um real equilíbrio entre trabalho, vida privada e necessidades empresariais. Provavelmente poder trabalhar parte de casa e parte no escritório é o ideal, pois elimina toda a obrigatoriedade das reuniões online, retornando à relação presencial e a proximidade com os colegas para um colóquio com soluções rápidas, mas ao mesmo tempo elimina pelo menos por alguns dias da semana todos os problemas listados antes de ir ao escritório.

6. Benefícios do escritório

Embora saibamos que os benefícios do escritório, como lanches gratuitos ou uma sala de relaxamento, não são tão importantes quanto a liderança empática ou o cuidado do empregador com o bem-estar de seus funcionários, eles ainda são agradáveis. Como os escritórios estavam vazios enquanto os funcionários trabalhavam em casa, não era incomum que alguns de nós nos lembrássemos daqueles mimos gratuitos de terça-feira ou do aperitivo mensal com os colegas.

É importante que, quando for o momento de reavaliar o valor de certos aspectos da vida no escritório, os empregadores reúnam o feedback dos funcionários a fim de entender o quão significativos eles podem realmente ser para os funcionários.

Há várias coisas a considerar ao planejar o retorno ao trabalho nos locais corporativos. Usar um sistema de Recursos Humanos para distribuir os documentos necessários aos funcionários, como políticas da empresa, conectar os colaboradores onde quer que estejam, alertas automáticos que economizam tempo e portais de RH que contribuem com uma maior integração entre os funcionários pode ajudar a simplificar a conclusão das tarefas relacionadas ao acolhimento no retorno dos funcionários ao escritório.

Inscreva-se na nossa newsletter